terça-feira, junho 28, 2011

Sim, Porquê?


Por muito que me esforce, não consigo perceber, tal como o
Eduardo, como é que alguém que se opôs convictamente à aprovação de duas leis igualitárias (identidade de género e casamento entre pessoas do mesmo sexo), como a deputada Teresa Morais, aceite o cargo de secretária de estado, com a pasta da Igualdade.

10 comentários:

  1. Vamos ter mais do mesmo, Luís. Não é importante que ela tenha estado contra. O importante é o 'tacho'...

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  2. OK! Dexemo-nos de pré-conceitos!
    Para esta senhora igualdade de género não deve ser, sequer, concebível!Imagino que o conceito de género não lhe diga nada. Ela deve pensar mais em... sexo! Sem ironia.
    OK! Mas é o pensamento típíco de Direita! Algém esperava outra coisa?
    A Frontalidade não é monopólio da Esquerda!

    ResponderEliminar
  3. É verdade, Luís. Há pessoas que são de uma incoerência que envergonha...

    ResponderEliminar
  4. pois vamos, Maria.

    o Relvas e companhia vão manter os velhos hábitos, apesar do fumo das viagens em económica e etc.

    ResponderEliminar
  5. talvez tenhamos o que merecemos, Constantino.

    ResponderEliminar
  6. claro, José Mestre, ela tem certamente uma concepção muito pessoal de igualdade.

    ResponderEliminar
  7. e o país está cheio delas, em quase todos os sectores, Graça.

    ResponderEliminar
  8. É tão estúpido aceitar o lugar como nomeá-la!
    Afinal de contas nas bancadas do PSD houve deputados a votar a favor da lei...não seria difícil encontrar alguém capaz de abraçar a causa da Igualdade, da Não Discriminação, da Paridade e fazer um bom trabalho!
    Como é que ela vai lidar com estes temas?

    ResponderEliminar
  9. concordo contigo, Rosa.

    talvez tenha sido nomeada para "não lidar com esses e outros temas"...

    ResponderEliminar