quarta-feira, janeiro 01, 2014

Até Podia Ser uma Janela


Olho para o quadro de Pierre Roy e sei que ele pode ser várias coisas, depende apenas do nosso olhar e também da nossa vontade (ou não) de encontrar outras coisas...

O quadro que mora dentro do quadro, pisca-nos o olho, porque quer ser uma janela, com vista para os campos, num daqueles lugares raros onde ainda passa o comboio a vapor.

É importante olharmos para o mundo em todas as direcções, mesmo para aquelas que nos parecem inacessíveis. Ou vou olhar, sempre. E se puder, parto em busca de outros ângulos. 

E vou continuar a fazer questão de pensar com a minha cabeça. Mesmo que passe por teimoso (e até burro...).

4 comentários:

  1. A arte tem isso: quanto mais olhamos mais coisas descobrimos...
    Um abraço, Luís.

    ResponderEliminar
  2. gosto de quadros dentro de quadros.
    bom ano, Luis :)

    ResponderEliminar
  3. é verdade, Graça.

    é bom olhar...

    ResponderEliminar