quarta-feira, março 27, 2013

O Teatro Começa...



Texto com dedicatória para  o Xico, a Andreia e a Laura (sim tu...)

O teatro começa nas palavras do dramaturgo, que vai chamando pessoas, que andam por aí nas ruas, para as suas folhas de papel...

Depois inventa um ambiente especial e oferece papeis a gente diferente que adora  "viver" novas vidas, mesmo que seja por apenas uma hora...

Gente que bebe todas as palavras do autor e se vai transformando, dia após dia, em personagens de carne e osso.

Transformação que se completa no camarim, com a cor e o brilho do outro lado da realidade...

Depois ouvem-se as famosas pancadas de Moliére e os actores avançam, pelos corredores, que parecem mexer-se, até que chegam em silêncio às filas de panos que se escondem atrás do palco e tapam os espectadores e a luz dos projectores, que os irão iluminar e dar  lugar à tal outra vida...

Quando o pano sobe, o milagre acontece, entram em cena e tudo esquecem.

Agora são apenas personagens de teatro, que se irão alimentar das palmas, dos sorrisos e dos silêncios do público...

O óleo é de Lorenzo Bonechi.

2 comentários:

  1. Muito contente por te teres lembrado de mim.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  2. és muito teatro, Laura.

    e ainda bem.:)

    ResponderEliminar