terça-feira, maio 07, 2013

«Não conheces Nova Iorque?»


Ela apanhou-me a meio de uma conversa e exclamou: «tu não conheces Nova Iorque?». Quem a ouvisse pensava que a cidade que gosta de fazer festas no céu, ficava logo ali, depois da esquina ou no outro lado do rio...

Eu sorri e disse-lhe que não, que ainda não conhecia Nova Iorque. Acrescentei que estava apenas à espera de uma "aberta".

Ela devolveu-me o sorriso e depois confidenciou-me: «lembrei-me de uma coisa estranhíssima, em hora de ponta, as pessoas andavam muito mais depressa que os carros, os passeios largos das avenidas pareciam auto-estradas.»

Sem deixar que eu a interrompesse contou-me mais uma coisa de Nova Iorque: «A única coisa que não gostei muito foi de olhar para cima. dava por mim a pensar na possibilidade daquele "cimento" todo me cair em cima.»

Continuámos a sorrir com cumplicidade e brindámos ao Tejo e a Lisboa que nos abraçavam, como se pudéssemos apanhar uma barca e desembarcar daí a nada na cidade maior das américas.

O óleo é de Jean Fredenucci.

6 comentários:

  1. eu também não conheço Nova Iorque

    :(

    ResponderEliminar
  2. Eu conheço...
    e se começo a falar dela nunca mais me calo...
    é uma das maiores paixões da minha vida....

    ResponderEliminar
  3. já somos dois.

    temos de organizar uma "excursão", Pi. :)

    ResponderEliminar
  4. pois é, deves gostar daquelas coisas altas, daquele movimento, daquela universalidade, Laura. :)

    ResponderEliminar
  5. Pouco viajei ao longo da vida. Um pouco de Angola, Moçambique, Africa do Sul, Zimbabué, e De Espanha a Galicia e a Andaluzia. Quando era mais nova sonhava com grandes viagens. Mas nos meus sonhos nunca entrou Nova Iorque, pela mesma razão de que nunca me seduziu conhecer a América.
    E na verdade conheci poucos lugares onde se disfrute da luminosidade e do colorido da nossa Lisboa.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  6. eu gostava de conhecer, Nova Iorque, Elvira.

    ResponderEliminar