sexta-feira, abril 26, 2013

Quase Poema de Amor (quase)...


Eu sei,
o mais certo 
é já não me amares.

Deve ser por isso
que tenho esta vontade 
de te dizer: «amo-te».

O óleo é de Steve Hanks.

14 comentários:

  1. São "quase" sempre poucas as vezes que o dizemos!

    ResponderEliminar
  2. e dizer

    amo-te

    é tanto

    e devia ser dito mais vezes

    :)

    ResponderEliminar
  3. há de facto pudor em relação ao amor, "Curtos Instantes".

    coisas. :)

    ResponderEliminar
  4. neste caso, era apenas um jogo de palavras, Graça. :)

    a busca de um quase poema.

    ResponderEliminar
  5. pois devia, mas somos complicados, Pi.

    ResponderEliminar
  6. exactamente, "Mar Arável".

    ResponderEliminar
  7. Porque será que o ser humano tem tanta relutância em dizê-lo?
    Um abraço

    ResponderEliminar