sábado, janeiro 16, 2016

Passeio Agradável ao Fim da Tarde no Ginjal

O Sol já se preparava para partir quando decidi fazer uma caminhada. Como arrefeceu pensei que poderia estar desagradável rente ao Tejo. Mesmo assim lá fui, bem agasalhado, até ao Ginjal...

Acabei por ficar surpreendido com toda a serenidade que se sentia à beira rio, tornando o passeio bastante agradável.

Fui-me cruzando com alguns jovens. Muitos usavam o telemóvel como máquina fotográfica à procura de "bons bonecos", piscando o olho ao Tejo como cenário.

Normalmente a maior parte das pessoas com quem me cruzo são forasteiros ou pescadores (hoje não encontrei nenhum, talvez não fosse dia de peixe no Tejo...). Há sempre mais estrangeiros que portugueses entre os turistas, provavelmente por o Ginjal estar presente nos pequenos roteiros que trazem nos bolsos.

Raramente troco alguma palavra com as pessoas com quem me cruzo. Os pescadores estão quase sempre metidos consigo mesmo e limitam-se a olhar de lado para quem passa, como se não passássemos de intrusos.  E os turistas estão ali sobretudo para contemplar a paisagem ribeirinha.

(Fotografia de Luís Eme)

6 comentários:

  1. Um dos meus passeios de eleição :) Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É o que faz ter bom gosto, Vitor. :)

      Eliminar
  2. Nestes dias em que o frio chega a ser cortante nas cidades, vilas e aldeias, é rente aos Rios que ar é mais ameno e agradável, se não houver vento.

    A foto é belíssima. Chego a sentir aquela nostalgia habitual em mim, quando fora de casa, contemplo o anoitecer!

    O Cais do Ginjal tem o seu quê de mágico. Senti isso quando aí estive.

    Foi bom 'conversar' consigo, Luís!!

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Janita, quando está vento e frio, é mais desagradável, quase que nos corta o rosto.

      E o Ginjal tem magia sim senhor.:)

      Eliminar
  3. E a foto ficou lindíssima.
    Um abraço e bom Domingo.

    ResponderEliminar