domingo, janeiro 17, 2016

A Realidade Passa o Tempo a Passar Rasteiras à Ficção


Sei que me estou a repetir, mas é mesmo verdade, a realidade passa o tempo a passar rasteiras à ficção. Algo que por vezes deixa os escritores um pouco desconfortáveis, porque sentem que basta pegar num jornal para encontrar matéria para qualquer conto ou romance.

Podia falar da mulher que queria ser candidata a presidente da República e que foi fintada por uma tempestade nas ilhas açorianas, que lhes levou as folhas com as assinaturas de apoio...

Ou então do homem que já depois dos quarenta decidiu tornar-se caçador, por ter um ódio de morte aos pássaros que habitavam nas árvores rente à sua casa e lhe "sujavam" o carro todo...

Não vou comentar as duas notícias (que podiam ser mais). Até porque podem ser "invenções" dos jornalistas.

Claro que a imaginação é outra coisa, embora este mundo pareça estar cada mais "ficcionado"...

(Fotografia de Luís Eme)

8 comentários:

  1. Eu acho que basta mesmo pegar num jornal para encontrar matéria para qualquer conto ou romance. Porque tudo depende da maneira como se conta.
    Claro que fazer jornalismo é algo bem diferente...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depende do ficcionista, Cristina. :)

      Mas matéria não falta.

      Eliminar
  2. Há tanto tempo que não leio jornais... De resto nunca foram para mim motivo de inspiração, confesso...
    Um abraço, Luís.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, a poesia é outra coisa, Graça. :)

      Eliminar
  3. Há imenso tempo que deixei de ler jornais, apesar de o marido comprar uma a duas vezes por semana.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De facto são cada vez menos atractivos, Elvira.

      Eu compro dois ou três por semana, quase por vicio.

      Eliminar
  4. É verdade! Perante certas notícias que se ouvem e lêem, a realidade ultrapassa, em muitos casos, tudo o que possa ser inventado.

    A foto deixou-me um pouco intrigada. Será que significa, metaforicamente, em face do texto, a vida vista de dentro (o olhar do escritor) para a crua realidade do que se passa lá fora? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Escolhi a foto por ter árvores na cidade, e pássaros, claro, que incomodam muita gente, Janita.

      O chilrear não é música para toda a gente...

      Eliminar