sábado, abril 30, 2016

A Origem é um Poema em Aberto


Hoje foi apresentado na Sala Pablo Neruda do Forum Romeu Correia, em Almada, o livro de poemas, "A Origem é um Poema em Aberto", da autoria do professor Américo Morgado.

Tive a honra de dizer algumas palavras sobre o autor e também de ler dois poemas desta bela obra poética, que começa com:

A Origem

Tenho um pequeno mundo na minha mão.
Lindo!

Outro iluminado, infinito na minha mente
constantemente a seduzir

uma vontade enorme de ir
sem saber para onde vou.

Esta angústia, este desassossego
de ser um e ter dois mundos onde viver
sem estar bem em lado nenhum.

É a origem que me inquieta
é este vazio que me desperta
e me fez ser gente.


A professora Elisa Araújo, autora do prefácio e apresentadora da obra,  fez uma intervenção brilhante. Helena Peixinho e o autor leram vários poemas para gáudio da assistência que encheu a sala, para abraçar as palavras de Américo Morgado.

2 comentários: