quarta-feira, março 23, 2016

Viagens pela Memória à Mesa...


Hoje fui à minha Cidade Natal almoçar com a minha mãe e o meu irmão.

O passado finta quase sempre o presente e o futuro, através das conversas sobre as pessoas que povoaram a nossa meninice.

Sei que sou quem tem mais dificuldade em arranjar rostos para colar aos nomes que a mãe e o mano vão trazendo para a mesa.

Tenho a desculpa de ter partido aos dezoito anos para a "Cidade Grande" e, embora nunca me tenha afastado demasiado, fui perdendo raízes, fui esquecendo a existência de demasiadas pessoas, que o tempo gosta de "engolir".

Louvo a paciência dos meus filhos que são meros espectadores destas conversas sobre lugares e pessoas, que fazem parte do meu imaginário, de uma Cidade e de um Bairro que já só existem nas nossas memórias...

(Fotografia de Luís Eme)

6 comentários:

  1. Luís, reconheci logo aquele edifício!
    Sabes que estudei ali seis anos? Era o liceu! E havia muita rivalidade entre as meninas do liceu, as da bata azul claro - diziam que éramos 'queques'! - e as da escola industrial, na outra ponta.
    Mas nunca morei nas Caldas da Rainha.
    Olha que memória boa que aqui fizeste chegar. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também estudei lá, Isabel. :)

      E morei lá até aos dezoito.

      Eliminar
  2. que bela fotografia :)
    que ela te traga, igualmente, memórias belas :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Trás, Laura, de um lugar magnífico. :)

      Eliminar
  3. Luís
    gostei muito do teu texto, porque me diz muito.
    a foto está excelente.
    boa Páscoa
    beijo
    :)

    ResponderEliminar