quinta-feira, março 31, 2016

Ideias, Caixotes e Repetições

Para quem escreve, uma das coisas mais frustrantes que nos acontece, é a mudança que existe dentro de nós em relação às ideias. Essas mesmo, que nos surgem do nada e parecem boas. Parecem. E isto passa-se apenas de um dia para o outro (quando não é de uma hora para a outra...). Não sei se isso só acontece a quem é exigente e tem um "caixote do lixo" aberto dentro dele, sempre preparado para receber ideias amachucadas. É capaz... 

Um exemplo? Eu ontem tinha pensado escrever aqui no "Largo" sobre o facto de passarmos o tempo quase todo a escrever as mesmas coisas, de nos repetirmos, mesmo sem darmos por isso. Só que essa ideia hoje parece-me uma banalidade...

Mas se nós até nos erros, nos repetimos, porque razão não acontecerá o mesmo em tantas outras coisas da nossa vidinha, como a "escritaria", por exemplo?

(Fotografia de Luís Eme)

8 comentários:

  1. Luís, tu achas que a tendência é os blogues abordarem os mesmos assuntos? Ou cada blogger repetir-se muito quanto às temáticas?
    Presumo que querias referir-te à segunda questão. Apesar de conhecer vários blogues que têm um registo muito específico e versam quase sempre os mesmos assuntos, julgo que a maioria não se encaixa neste modelo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, Isabel.

      Falei de eu me repetir, Isabel, porque o nosso olhar em relação ao "mundo" não muda, principalmente quando já somos crescidinhos. :)

      Felizmente a blogosfera é um mundo muito variado e estamos sempre a descobrir boas novidades.

      Eliminar
  2. Concordo com a Isabel :)

    Luís, também me acontece, Às vezes, querer escrever sobre alguma coisa e no dia a seguir não me fazer grande sentido...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei, já falámos (comentámos isso... é normal repetirmos-nos quando mantemos os mesmos pensamentos), Laura.

      As ideias são tramadas para a brincadeira. :)

      Eliminar
  3. A mim também me acontece. às vezes escrevo qualquer coisa que deixo em rascunho para publicar no dia seguinte e quando chega a hora, apago tudo porque já não me diz nada.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como nós nos percebemos, Elvira. :)

      Eliminar
  4. Sobre as ideias que parecem boas e depois já não são... se soubesses o tamanho do meu caixote do lixo! Às vezes, estou a fazer outras coisas e escrevo textos na minha cabeça que perdem todo o sentido quando tento passá-los para o papel.

    -----

    Tinha pensado exactamente sobre isso de escrevermos à volta dos mesmos assuntos pouco antes de ler o teu texto.
    Tenho uma teoria -- ou uma desculpa que dou a mim mesma para andar sempre à volta das mesmas coisas: normalmente escrevemos sobre o que precisamos de processar ou gastar, logo, vamos voltando a isso regularmente. São as nossas particularidades, não tem de ser mau. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, Carla.

      Mas eu não disse que era mau... somos nós ao espelho.

      Eliminar