sexta-feira, outubro 09, 2009

Adeus Zé Manel, e Não te Esqueças de Ir Pela Sombra

Muitas vezes evito falar de coisas que tenho conhecimento (excessivo) de causa.

Há várias semanas que ando com vontade de falar sobre a "guerra aberta" entre os dois jornais que se dizem de referência no nosso país, por causa da manipulação de notícias sobre as "escutas de Belém" e da evidente perseguição a Sócrates, por parte do "Público".
Foi esta manipulação que fez com que o "Diário de Notícias" publicasse o famoso "e-mail", que inverteu a ordem das coisas e colocou Cavaco Silva em maus lençóis.
Como costuma acontecer nestes casos, não tardaram as acusações a João Marcelino, em nome da ética e de não sei mais o quê, por ter publicado "algo pessoal e do foro intimo" de um jornalista (ainda se disseram coisas mais absurdas...), pelos "puritanos" habituais.
Conheço o João Marcelino, foi meu chefe de redacção no "Record". Embora não partilhe da sua filosofia e prática jornalística, tiro-lhe o chapéu pela coragem que tem, em valorizar sempre a notícia, em detrimento dos seus sujeitos. Também no "Record", quando publicou a conversa em "off recorde" de António Oliveira, foi mimoseado de mil e uma maneira. Mas como se verificou, a conversa era de tal forma grave que não podia ficar na gaveta. O mesmo se passou com este "e-mail", que se não fosse publicado, não se percebia o "embuste" que tinha sido montado para favorecer o PSD, em prejuízo do PS, no Palácio de Belém.
O José Manuel Fernandes tentou sacudir o capote mas à medida que ia falando, aumentavam o número de "buracos nos seus pés". E aconteceu o anunciado adeus deste senhor que tanto mal tem feito a este diário, que apesar de tudo nunca deixei de comprar, graças aos excelentes jornalistas que possui e que não mereciam todo este "purgatório".
Provavelmente irá para as "europas", receber o "pagamento" do seu apoio miserável à Invasão do Iraque, que ainda hoje provoca a morte de inocentes...
É por isso que digo: adeus Zé Manel, e não te esqueças de ir pela sombra!
E obrigado Rui, por mais um excelente boneco.

10 comentários:

  1. E que fique por lá muito tempo!

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. também por estar muito por dentro ( apesar de não ser jornalista ) e de saber os "muitos podres" do jornal Público ,tiro.te o chapéu ,Luís e subscrevo.te a 85% ..... e não vou aos 100% por teres ficado por aqui.......


    .
    um beijo

    ResponderEliminar
  3. A mim, que não percebo nada, ou quase nada, parecem-me teorias da conspiração, "escutasgate", em que os nossos governantes mostram aquilo que são.São estes senhores que supostamente deviam estar a governar o País? E o País assiste caladinho e sossegadinho, à espera de melhores dias.

    ResponderEliminar
  4. assertivo qb para que todos te entendam.


    e subscrevo o que disse a Gabriela.
    depois surpreendem-se quando começam a baixar as vendas dos que são, quanto a mim, o que ainda poderia ser o mais credível a nível de informação, os jornais.

    _______

    beijos para ti Luís

    ResponderEliminar
  5. sim, Maria só podemos rir destes "ex-maoistas" que conseguem dar cambalhotas como ninguém...

    ResponderEliminar
  6. sim, de preferência sem crónicas no "P", o que é dificil, Rosa...

    ResponderEliminar
  7. não vale a pena "sujar" mais as palavras, Gabriela...

    ResponderEliminar
  8. são uns "brincalhões" que fazem coisas inacreditáveis, para se manterem no poder, Anita...

    ResponderEliminar
  9. e é uma pena, Maré.

    nunca se manipulou tanto como agora.

    ResponderEliminar