domingo, outubro 11, 2009

Actor? Sempre!

Quem se cruza com ele na rua, olha quase sempre para a sua figura singular, pela excentricidade, originalidade ou outra coisa qualquer, que fica a pairar no ar.

Não conseguiu ser actor a sério, daqueles que aparecem nos palcos, nos filmes ou nas telenovelas (sem contar com os milhentos trabalhos de figuração que faz, com paixão...).
Traído pela "cabeça de andorinha", é incapaz de decorar uma linha de qualquer texto e de seguir o sonho de uma vida.
A mímica podia ser uma solução para o seu caso. Podia mas não é. Até sente alguma indignação pela lembrança. Sonha ser actor, nunca artista de circo.
Lembrei-me do Tochas mas fiquei em silêncio.
Sim ele é de facto quase um actor, mas um actor especial, que escolheu a rua como palco. É capaz de pintar o cabelo de amarelo ou vestir umas calças cor de laranja, para que olhem para ele como uma personagem da sua "novela diária".
Estive tentado a dizer-lhe mais que uma vez que ele era um manequim ambulante e não um actor, mas para quê matar-lhe o sonho?
A ilustração, "Dream", é da autoria de Gilbert and George.

4 comentários:

  1. o sonho comanda a vida ,Luís



    .
    um beijo

    ResponderEliminar
  2. ou então cada um encontra um caminho onde tem a ilusão de uma fuga.

    _____

    beijos Luís

    ResponderEliminar
  3. ilusão, sonho, sim, Maré...

    ResponderEliminar