domingo, novembro 09, 2008

Entrevistas Com Voz...

Ao ler a entrevista de Miguel Esteves Cardoso, na revista "Ler", senti essa coisa rara, que é sentir a voz do Miguel, e até os seus próprios tiques, tal é a descontracção com que a conversa se apresenta, quase de café...

Claro que o mérito não é apenas do entrevistado, há aqui muito trabalho e talento de Carlos Vaz Marques, o entrevistador...
Se puderem, leiam.

19 comentários:

  1. Também eu, principalmente naquelas partes em que ele diz: "e não sei quê"!
    Até lhe estou a ver os tiques de endireitar os óculos constantmente e de por a língua p'ra fora.

    ResponderEliminar
  2. Ando a matar as saudades que tenho do MEC a ler o livro "em portugal não se come mal".

    É pena ele não aparecer mais!

    ResponderEliminar
  3. Luís M, viste esta minha última carta que te deixei no teu email? Por que não respondeste? Beijos, RF

    ResponderEliminar
  4. Uma figura interessante, mas que tb sabe "alimentar" esse bem esse interesse que provoca nos outros,digo eu...


    Beijos, Luís M.

    ResponderEliminar
  5. Li. E é como dizes: comn tiques e tudo.
    Um abraço Luís.

    ResponderEliminar
  6. Talvez estejas a mandar para o meu email antigo, que foi desactivado. Agora é este: arcos.arcos@hotmail.com
    Estou a receber mails de toda a gente, o teu não recebi...

    ResponderEliminar
  7. :) curiso....achei/senti o mesmo.



    beijo Luis.




    mérito a dois...!

    ResponderEliminar
  8. Não li, mas deixaste-me curiosa...

    acho que é um homem bastante singular, embora a nível literário tenha lido pouco dele.

    bjs, Luís

    ResponderEliminar
  9. Entrevista inteira, aqui:
    http://chovechove.blogspot.com/2008/11/mais-no-sei-qu-no-sei-que-mais.html

    ResponderEliminar
  10. Sobre o Carlos Vaz Marques já achei o mesmo na anterior a Eduardo Lourenço.

    Ainda não li esta.

    ResponderEliminar
  11. ele não aparece mais porque se "esgotou", Minerva...

    ResponderEliminar
  12. ele sempre foi muito descontraído e polémico, nunca mediu as palavras. isso muitas vezes é um trunfo, M. Maria Maio...

    ResponderEliminar
  13. sem dúvida, Isabel, mérito dos dois...

    ResponderEliminar
  14. lê, é muito aberta, Maré, sem ser muito polémica...

    ResponderEliminar
  15. boa, "Animal Avulso".

    ainda há quem não goste de animais...

    ResponderEliminar
  16. ele é excelente, Helena...

    ResponderEliminar