domingo, junho 19, 2016

A Arte Urbana no Ginjal

Embora o Ginjal se aproxime cada vez mais dos lugares que normalmente se chamam a "terra de ninguém", tal é o abandono a que está votado, há pelo menos uma coisa que faz com que seja diferente. Refiro-me à constante mudança nas pinturas dos muros e das paredes, graças aos adeptos da arte urbana, que sempre que podem, dão largas à sua imaginação.

Embora a maior parte das pinturas sejam quase "autógrafos", que devem satisfazer mais o ego dos seus autores que a paisagem urbana, também costuma aparecer uma outra coisa diferente, que se aproxima daquilo que normalmente entendemos por arte.

Tanta conversa porque hoje descobri uma pintura nova...

(Fotografia de Luís Eme)

4 comentários:

  1. Esta imagem é um exemplo de como pode ser mais interessante a arte urbana.
    Um abraço, Luís.

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Pelo menos é graciosa, Elvira. :)

      Eliminar