sábado, abril 18, 2015

Não Conseguir ficar Indiferente


Há pessoas que partem e que não nos deixam indiferentes, mesmo que nunca nos tenhamos cruzado pessoalmente com elas, e tenham vivido com a discrição possível (longe dos "holofotes", que acabam por ser uma tentação e perdição para tantos...).

Uma dessas pessoas é o antigo ministro Mariano Gago, que deu um impulso extraordinário ao ensino superior e à investigação científica. Mas não o fez de olhos fechados, pois teve a coragem de combater as universidades e os cursos que não passavam de negócios "fraudulentos".

Infelizmente uma boa parte do seu trabalho foi desperdiçado nos últimos anos. Os nossos melhores jovens com formação superior têm sido forçados a emigrar para outros países, que além de lhe oferecerem melhores condições de trabalho, valorizam a sua qualidade como investigadores.

Quando olhamos à nossa volta e observamos que 80 % (não é exagero...) dos nossos governantes - locais e nacionais -, não só são incompetentes como promovem a mediocridade, só podemos sentir que o desaparecimento de Mariano Gago é uma grande perda para o país.

6 comentários:

  1. Absolutamente de acordo, Luís.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. há bons exemplos que perduram, Elvira.

      Eliminar
  2. Uma perda muito grande. Um Homem a quem o país deve tanto. De difícil substituição.
    Os que nos governam subestimaram tudo o que foi feito por Mariano Gago e deixaram sair do país a enorme quantidade de jovens que beneficiaram desse investimento. Será que algum dia recuperamos desta perda?
    Um abraço, Luís.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é verdade, quase tudo de bom foi ignorado e abandonado, Graça.

      Eliminar
  3. Um grande senhor da Ciência e da política educativa que deixa um enorme vazio no seu lugar.

    ResponderEliminar