terça-feira, abril 29, 2014

Seremos Sempre Dois Países


Estou cada vez mais convencido que seremos sempre "dois países", ou seja, um país partido e dividido em duas partes, que serão inevitavelmente separados pelo lado direito e esquerdo da vida dos portugueses.

Penso que esta divisão deve-se mais às ambições humanas, que à sua própria ideologia. Quem sonha um dia ser rico, colocando de parte as hipocrisias, dificilmente defenderá alguma vez a existência de uma sociedade igualitária...

Quem tem mais dificuldade em conviver com a injustiça e se sente indignado pela forma desigual com que são tratadas as pessoas, terá sempre um comportamento diferente. Não conseguirá comer "lagosta" se ao seu lado estão a comer "broa dura"...

O óleo é de Scott Frazer.

10 comentários:

  1. [que a
    gravidade
    nos tragam
    pro chão...]

    ResponderEliminar
  2. A política serve a maior parte das vezes interesses meramente pessoais.

    "ambições humanas" - estrelato, dinheiro e uma lagosta!

    Partilhar o pão de porta a porta é a melhor forma de fazer política.

    Gostei muito do seu texto.

    ResponderEliminar
  3. Gostei especialmente do último paragrafo, o acto de nos pormos no lugar do outro não é para qualquer um, é para corações de leão.

    ResponderEliminar
  4. infelizmente, sim, Anónimo.

    ResponderEliminar
  5. pois não Alice, mas é a maneira mais fácil de compreendermos o outro.

    ResponderEliminar