domingo, julho 11, 2010

E Viva España!

Gostei que a Espanha fosse Campeã do Mundo, por várias razões: por ter excelentes jogadores, que além da sua grande capacidade técnica, são uns bravos a lutar; e essencialmente por ter um treinador que deveria ser um exemplo (tal como o senhor Óscar Tabárez, treinador do Uruguai...), para treinadores como Carlos Queirós, Diego Maradona ou Raymond Domenech.

Vicente Del Bosque nunca precisou de inventar desculpas, nem sequer respondeu, como devia, ao antigo seleccionador espanhol, Luís Aragonês, que "saltou-lhe" logo em cima, ao primeiro desaire, com o habitual espírito "solidário" desta classe...

O nosso seleccionador falou da relva, da tala de protecção de Drogba, dos árbitros sul americanos, etc. A única coisa que teve de admirável, foi dizer sempre que os nossos jogadores tinham sido extraordinários, mesmo quando jogavam aquele futebol "desgarrado à Queirós". O mais curioso foi os jogadores não lhe terem pago com a mesma moeda...

Na giria futebolística é comum dizer que quando se ganha, ganham os jogadores e quando se perde, perde o treinador.
Mas nesta vitória espanhola (até pelas substituições bem sucedidas, como no jogo com Portugal...), Vicente Del Bosque, tem uma grande quota parte do êxito, pois acreditou sempre, nunca deitou a toalha para o relvado nem andou atrás de bodes expiatórios.

9 comentários:

  1. Depois de ter torcido por Portugal, em seguida pelo Brasil, terminei com a Espanha!
    Não percebo grande coisa de futebol mas acho que esta vitória vai animar os espanhóis este verão e com isso eles virão até cá gastar uns euros.
    Assim também ficaremos a ganhar! :-))

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  3. Também gostei que a Espanha ganhasse. Sempre fomos eliminados pelo campeão...
    Um abraço, Luís.

    ResponderEliminar
  4. OBRIGADO
    Costó ganar ...el de ayer fué el más duro por la suciedad y las patadas pero ya está aquí ....y yo estoy muy contenta..y muy de acuerdo con lo que dices...gracias

    ResponderEliminar
  5. é uma verdade que deve encher de orgulho o Carlos Queirós, Graça...

    ResponderEliminar
  6. imagino a tua satisfação e de todos os teus compatriotas, não é para menos, Momo.

    (gostei de ver as intervenções emociandas dos campeões à noite, naquele palco de Madrid)

    ResponderEliminar
  7. da fraca qualidade que este mundial mostrou, os espanhóis chegaram ao final com justificação.

    sempre que ouvi o senhor Del Bosque
    vi um senhor discreto. e como sempre ouvi dizer que "cão que ladra..."

    beijos

    ResponderEliminar