sexta-feira, fevereiro 13, 2015

Um Dia de Efemérides


Hoje comemora-se o Dia da Rádio e também se regista o 50 º aniversário do assassinato de Humberto Delgado, pela PIDE, em Espanha.

É uma data que se deve recordar, de um tempo em que se matava quem lutava pela Liberdade e pela Democracia, como se fosse um acto patriótico.

Se Humberto Delgado já estava de alguma forma ligado ao "sebastianismo", pela forma surpreendente como acordou Portugal, durante as eleições presidenciais de 1958 (adormecido pela voz pausada e silenciosa de Salazar), mais ficaria, ao ser vitima de um encontro fantasista com oposicionistas, que não passavam de uma brigada da PIDE...

Nesse fatídico dia mataram o "Revolucionário Romântico" (e ingénuo...), acabando com a esperança de muita gente, na mudança tão desejada. 

Ficou o sonho, o mito do Homem (General...) Sem Medo, que usou desafiar o poder de um ditador que estava cada vez mais isolado, dentro e fora do país...

4 comentários:

  1. E tantos anos houve que esperar ainda!! Somos um povo quebrado na vontade. Só lá vamos se houver quem mande em nós. Não é triste?!

    Nesse dia os meus pais passaram essa fronteira de segunda Villanueve del Fresno e vieram contar que havia movimentações estranhas... mal sabiam do que se tratava!

    ResponderEliminar
  2. E ainda foi uma longa travessia até Abril de 74.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. se foi, Elvira. com uma guerra pelo meio...

      Eliminar