quarta-feira, setembro 24, 2008

O Sonho Livre de Anyana


Sonho Livre

Tenho ânsia de correr
E fugir desta forma de mulher
De correr o mundo inteiro
O mundo que me pertence
Enquanto nele viver
Enquanto o tempo quiser
Tenho ânsia de correr
Em continuo deambular
Toda a raça conhecer
A todos poder amar
Tenho sede de calma, de paz
Tenho fome doutro ar
Deixai-me vida, tempo para o inspirar
A ver o sol morrer a ver o sol nascer
Do mirante dos meus sonhos
Deixai-me mundo, correr.

Esta é uma singela homenagem a Anyana, amiga e poetisa de Cacilhas, que nos deixou ontem.
Que o seu sonho se concretize e continue a correr no Paraíso...

8 comentários:

  1. Um abraço apertado, Luís...

    ResponderEliminar
  2. E vai com certeza ser muito mais feliz...

    ResponderEliminar
  3. "Tenho fome doutro ar", ela o disse.
    Um abraço Luís.

    ResponderEliminar
  4. do "mirante dos meus sonhos"

    dos dela e dos meus
    dos nossos

    um abraço, forte.

    maré

    ResponderEliminar
  5. grato pelas vossas palavras, Maria, Senhora, Graça, Maré e Isabel.

    ResponderEliminar