sábado, Maio 05, 2007

O Largo de Cacilhas


Faz-me confusão a forma como se trocam os nomes das ruas e dos largos. Muitas vezes sem qualquer aviso ou razão aparente.
O que vale é que há lugares, que por mais nomes que lhes dêm, nunca se adaptam aos topónimos oficiais.
Um dos exemplos é o actual Largo Alfredo Diniz (ou Alex Diniz), um dos mártires da Liberdade, militante do PCP e operário dos Estaleiros do Parry & Son, em Cacilhas, assassinado de uma forma cobarde pela PIDE nos anos quarenta.
Antes fora Largo Costa Pinto, um político do século XIX, que foi um grande benfeitor do Concelho e de Cacilhas.
Mas para os cacilhenses, sempre foi, e continua a ser, simplesmente o Largo de Cacilhas...
A fotografia é da autoria de Júlio Diniz, datada de Outubro de 1948, durante as comemorações do Centenário da Incrível Almadense.

2 comentários:

  1. Também me faz uma certa confusão ver mudar o nome de placas toponímicas, como se isso mudasse, realmente, alguma coisa.
    Pelo menos garante uns momentos de glória a quem as inaugura, embora o local continue a ser referido pelo nome de sempre...
    Um bocadinho como os euros e os escudos, na boca e na cabeça de muita gente...
    Mudou o dinheiro, mas continua a referência da moeda anterior, sempre presente...
    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  2. É verdade Sininho... há sempre quem tenha o seu momento de glória nas inaugurações...

    O problema é que alguns nomes resolvem ficar, vencendo as novas placas...

    ResponderEliminar